ACESSIBILIDADE MAPA DO SITE ALTO CONTRASTE TAMANHO DA FONTE:
  • A+
  • A
  • A-
Acessibilidade

POSTADO EM 03 dez 2021 · Assistência Social

PROGRAMA MENINAS DE LUZ ENTREGA KITS DE ENXOVAL PARA ADOLESCENTES GESTANTES

Programa do Governo de Goiás, desenvolvido pela OVG com apoio da Prefeitura de Porangatu atende a 50 meninas gestantes no município

A Prefeitura de Porangatu por meio da Secretaria municipal de Assistência Social e CRAS em parceria com a secretarias municipais de Saúde e Cultura e Turismo realizaram na manhã desta sexta-feira, 3 de dezembro, o lançamento oficial do programa Meninas de Luz.

O projeto é uma idealização do Governo do Estado por meio da OVG – Organização das Voluntárias de Goiás em parceria com as secretarias de assistência sociais dos municípios. O objetivo é oferecer amparo a gestantes e mamães que já deram a luz e que estão em situação de vulnerabilidade social, com idades entre 12 e 21 anos. As adolescentes e jovens recebem apoio desde o pré-natal até o bebê completar um ano de vida.

Em Porangatu atualmente o projeto atende 50 meninas de um total de 78 grávidas nessa faixa cadastradas na rede municipal de saúde. O acolhimento é feito por uma equipe multiprofissional com nutricionistas, psicólogos e assistentes sociais que fazem acompanhamento da saúde, informações nutricionais, orientações sobre educação sexual e planejamento familiar. Todas as ações são desenvolvidas para proporcionar conhecimento às jovens para que elas possam ter uma gestação mais saudável e tranquila e aprendam a cuidar do filho.

No encontro as participantes receberam a doação por parte de OVG de kits de enxovais para os bebês. Para Laryssa Valadares, secretária de assistencial social, o atendimento realizado em um encontro mensal, garante cidadania e respeito às grávidas e mamães. “Durante o programa elas também terão a oportunidade de participar de diversas atividades manuais e de oficinas de qualificação profissional, que estimulam a criatividade e despertam o espírito empreendedor.”

A Leilian Cunha, Coordenadora do CRAS relatou que as meninas participarão durante o período de atendimento de palestras, rodas de conversa, tutoriais, eventos cultuais e de lazer, vídeos informativos, sessão de fotografias, oficinas de higiene e beleza e de trabalhos manuais.

A Jovem Gisele Silva, grávida de seis meses do primeiro filho, está ansiosa por este momento e cheio de dúvidas. Para ela participar do programa vai lhe proporcionar maior segurança durante este novo momento. “Estou muito feliz de participar desse trabalho principalmente porque sei que aqui vou ter o amparo necessário e correto da forma como cuidar do meu bebê desde a barriga até ele completar um aninho.”, finaliza.